Midtv - A Nossa TV!

Quinta-feira, 22 de Fevereiro de 2024
Farmácia ViverPrev
Farmácia ViverPrev

Paraná

Temporais provocaram quebra de 5,6 mil postes de energia da Copel no Paraná em 2023

Copel substituiu, em média, 15 postes por dia devido a estragos causados por intempéries climáticas

Midtv Palotina
Por Midtv Palotina
Temporais provocaram quebra de 5,6 mil postes de energia da Copel no Paraná em 2023
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

Em 2023, o Paraná enfrentou 24 temporais de grandes proporções, o maior número no Estado em um ano. Eles provocaram danos graves à rede elétrica, como a quebra de 5.637 postes da rede da Copel no ano passado, uma média de 15 por dia. A instalação dos novos postes no lugar dos avariados equivale à quantidade de estruturas necessárias para construir uma rede nova de cerca de 320 quilômetros de extensão.

“Em 2023 nós trabalhamos intensamente para reconstruir parte da rede destruída por temporais e para minimizar os impactos sobre o fornecimento de energia à população”, explica a superintendente de Manutenção da Copel, Andrea Bertolin.

Ela ressalta que, além da manutenção preventiva e mobilização das equipes, a Copel está investindo em ampliação e modernização da rede. “O investimento em novas redes e subestações, e a implementação de programas como o Paraná Trifásico e o Rede Elétrica Inteligente contribuem para elevarmos o nível de automação da rede e empregarmos tecnologia avançada no enfrentamento dos estragos deixados pelos temporais", afirma.

Publicidade

Leia Também:

De acordo com o Simepar, no ano passado foram registrados 3.935 episódios de rajadas de ventos acima de 50 km/h no Paraná, um aumento de 14% em relação a 2022 e de 34,8% na comparação a 2021. O instituto de meteorologia contabilizou 284.210 raios no Estado em 2023, número 25% maior do que em 2022 e 183% superior a 2021.

A primavera do ano passado também foi marcada por recordes de temperaturas e chuvas intensas. Segundo o Simepar, os acumulados de chuva superaram os 900 mm em diversos municípios durante a estação, principalmente no Sudoeste e Centro-Sul paranaense.

As intempéries fazem parte de um contexto mais amplo de temporais que assolaram todo o Paraná e estão associados ao fenômeno El Niño. Em duas ocasiões, em outubro, os ventos alcançaram velocidades de 100 km/h e provocaram danos graves à parte da rede, que precisou ser reconstruída.

INVESTIMENTOS – Para fortalecer a rede elétrica, em 2023, a Copel destinou R$ 1,878 bilhão a obras de ampliação e reforço na distribuição de energia do Paraná. O montante foi aplicado em grandes programas de modernização, como o Paraná Trifásico e o Rede Elétrica Inteligente, além da construção de novas linhas, redes e subestações.

Somente no ano passado, a Copel concluiu 30 grandes obras de construção ou ampliação de subestações, linhas de transmissão e de distribuição de energia no Paraná.

Em 2024, a companhia vai investir mais R$ 2,091 bilhões em obras de melhoria na qualidade do fornecimento de energia da rede no Paraná. Em distribuição de energia, os investimentos aprovados somados entre 2019 e 2024 alcançam o montante de R$ 8,8 bilhões, quase 70% do total que a Copel está aportando nestes cinco anos.

FONTE/CRÉDITOS: AEN
Comentários:
Midtv Palotina

Publicado por:

Midtv Palotina

Saiba Mais
Brunieri Castilhos Gás E Água
Brunieri Castilhos Gás E Água
ZN Intenet
ZN Intenet

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )